Programação

Março
DSTQQSS
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
Abril
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
Espelho de Carne

BH - 30/03 - 20H

ESPELHO DE CARNE Antonio Carlos da Fontoura, RJ, 1984, 102'

Bate-papo após a sessão com a curadora da Mostra Andrea Ormond, o diretor Antonio Carlos da Fontoura.

Prova de Fogo

BH - 13/04 - 20H

PROVA DE FOGO Marco Altberg, RJ, 1980, 90'

Bate-papo após a sessão com o diretor Marco Altberg em BH

Fé e Fúria

ARA - 16/04 - 20H

MOC - 17/04 - 20H

BH - 27/04 - 20H

FÉ E FÚRIA Marcos Pimentel, BH, 2019, 103'

Bate-papo após a sessão com o diretor Marcos Pimentel em BH.

As quatro chaves mágicas

ARA - 07/05 - 20H

MOC - 08/05 - 20H

BH - 11/05 - 20H

AS QUATRO CHAVES MÁGICAS Alberto Salvá, RJ, 1971, 105'

Bate-papo após a sessão com o critico Daniel Salomão Roque e a atriz Dita Côrte-Real em BH

Ele, o boto

ARA - 21/05 - 20H

MOC - 22/05 - 20H

BH - 25/05 - 20H

ELE, O BOTO Walter Lima Jr., RJ, 1987, 108'

Bate-papo após a sessão com o diretor Walter Lima Jr em BH

Filme Demência

ARA - 11/06 - 20H

MOC - 12/06 - 20H

BH - 15/06 - 20H

FILME DEMÊNCIA Carlos Reichenbach, SP, 1986, 92'

Bate-papo após a sessão com o critico paulista Fernando Oriente em BH

O princípio do prazer

BH - 29/06 - 20H

O PRINCÍPIO DO PRAZER Luiz Carlos Lacerda, RJ, 1979, 90'

Bate-papo após a sessão com a curadora da Mostra Andrea Ormond e o diretor Luiz Carlos Lacerda em BH

Publicações

Caderno de Crítica Curta Circuito Edição 20 - Março/Junho 2020

Caderno de Crítica Curta Circuito Edição 20

Em 2020 apresentamos: Fé, Magia e Mistério no Cinema Brasileiro.
Críticas dos filmes: Espelho de Carne, Antonio Carlos da Fontoura, 1984; Prova de Fogo, Marco Altberg, 1980, Fé e Fúria, Marcos Pimentel, 2019; As quatro chaves mágicas, Alberto Salvá, 1971; Ele, o boto, Walter Lima Jr., 1987; Filme Demência, Carlos Reichenbach, 1986 e O Princípio do Prazer, Luiz Carlos Lacerda, 1979.

Caderno de Crítica Curta Circuito Edição 18 - Março/ Junho 2018

A Mostra em 2018 tem como tema: A Violência no Cinema Brasileiro.
Críticas dos filmes: Ato de Violência, Eduardo Escorel, 1980; A Lei do Cão, Jece Valadão, 1967; Os treze pontos,Alonso Gonçalves, 1985; Eu matei Lúcio Flávio, Antônio Calmon, 1979; O Outro Lado do Crime, Clery Cunha, 1979; Beijo na Boca , Paulo Sérgio Almeida, 1981; A Próxima vítima, João Batista de Andrade, 1983 e República dos Assassinos, Miguel Faria Jr, 1979.

Caderno de Crítica Curta Circuito Edição 17 - Julho /Agosto 2017

Bimestre Homenagem dedicado ao cineasta negro Afranio Vital.
Críticas dos filmes: Anjos e Demônios, Carlos Hugo Christensen, 1970; O Caso Cláudia, Miguel Borges, 1979; Longa Noite do Prazer, Afranio Vital,1983 e Os Noivos Afranio Vital,1979.

Caderno de Crítica Curta Circuito Edição 16 - Maio/Junho 2017

Bimestre Homenagem dedicado ao cineasta da Boca do Lixo, Alfredo Sternheim.
Críticas dos filmes: Pureza Proibida,Alfredo Sternheim, 1974; Corpo devasso, Alfredo Sternheim, 1980,Paixão na Praia,Alfredo Sternheim, 1970 e Anjo Loiro,Alfredo Sternheim, 1973.

Caderno de Crítica Curta Circuito Edição 15 - Março/Abril 2017

Bimestre Homenagem dedicado ao cineasta e ator Carlo Mossy.
Críticas dos filmes: Giselle,Victor de Mello, 1982; O Sequestro, Victor de Mello, 1981; Essa Gostosa Brincadeira a Dois Victor de Mello, 1973 e Ódio, Carlo Mossy, 1981.

Caderno de Crítica Curta Circuito Edição 14 - Julho/Agosto 2016

No terceiro bimestre de 2016 apresentamos
filmes que tiveram um expressivo reconhecimento de público na época de seu lançamento.
Críticas dos filmes: O Puritano da Rua Augusta, Amácio Mazaropi 1965; A Viúva Virgem, Pedro Carlos Rovai, 1972; Amada Amante, Cláudio Cunha, 1978 e Mulher Objeto, Silvio de Abreu, 1981.

Caderno de Crítica Curta Circuito edição 13 · Maio/Junho 2016

No segundo bimestre de 2016, o “Curta-circuito” se volta para o cinema de gênero brasileiro, ou melhor: para as contaminações e perversões que o cinema brasileiro realiza na estrutura consagrada dos gêneros cinematográficos. Críticas dos Filmes: A Mulher do Desejo, Carlos Hugo Christensen; Ninfas Diabólicas, John Doo; A Dama do Cine Shanghai, Guilherme de Almeida Prado e O Mágico e o Delegado, Fernando Coni Campos.

Caderno de Crítica Curta Circuito edição 12 · Março/Abril 2016

Nesse primeiro bimestre de 2016 voltamos os olhos para alguns filmes brasileiros que estabeleceram pontos de conexão entre cinema e teatro. Críticas dos Filmes: Toda Nudez será Castigada, Arnaldo Jabor, 1972; Alma no Olho de Zózimo Bulbul, 1973; Compasso de Espera de Antunes Filho,1969-1973; Navalha na Carne de Braz Chediak, 1969 e Moscou, Eduardo Coutinho,2009.

Livreto Curta Circuito edição 11 · Novembro/Dezembro 2015

Para a última edição de 2015, apresentamos quatro clássicos do cinema Brasileiro: O Viajante (1999), de Paulo Cesar Saraceni; O Baiano Fantasma (1984), de Denoy de Oliveira; O Mulherengo (1976), de Fauzi Mansur, São Bernardo (1972), de Leon Hirszman.

Livreto Curta Circuito edição 10 · Julho/Agosto 2015

Nesta Edição duas novas cidades no Circuito: São Paulo e Salvador.Em exibição filmes das décadas de 70 e 80. O olhar de cineastas sobre a cultura brasileira, seu cotidiano, a adolescência e a vida adulta, a realidade marginal. Crítica dos filmes:"Ladrões de Cinema", "Inventário da Rapina","Porto de Santos", "Lacrimosa"," O Tigre e a Gazela", "Marcelo Zona Sul" e "Wilsinho Galiléia".

Livreto Curta Circuito edição 09 · Maio/Junho 2015

Destaque desta edição é a musica. Críticas dos filmes: “Os Mutantes”, “Esculacho”, “O mundo e uma cabeça”, “Rota ABC”, “A noite do espantalho”, “Elas so transam no disco”, “Cante um funk para um filme” e “A Batalha do Passinho”

Livreto Curta Circuito edição 08 · Março/Abril 2015

Nesta Edição teremos as Críticas dos filmes: “A Lira do Delírio”(1978), de Walter Lima Jr, as produções de Gustavo Vinagre: “Filme para poeta cego” (2012) e “Nova Dubai”(2014); e encerramos o bimestre com “Muito Prazer” (1979) de David Neves.

Livreto Curta Circuito edição 07 · Dezembro 2014

Nesta Edição dois trabalhos de realizadores não previsíveis. Duas obras transgressoras e de detalhes. Críticas dos filmes: “Paixão e virtude” e “A Rainha Diaba”.

Livreto Curta Circuito edição 06 · Outubro/ Novembro 2014

Nesta edição três formatos: curta, média e o longa-metragem. Processos criativos que destacam no cenário nacional. Críticas dos filmes: “O fraco do sexo forte”; “Em trânsito”; “Câmara Escura”; “O mundo é belo”; “Não estamos sonhando”; “Verona”; “O desejo do morto” e “A história da eternidade”.

Livreto Curta Circuito edição 05 · Setembro 2014

Esta publicação marca os 13 anos do projeto. Nesta edição o encontro com a SP Cine e o Fórum dos Festivais, reflexões para políticas e iniciativas que tratem da distribuição e exibição da produção audiovisual brasileira. Críticas dos filmes: “O Grande Momento” e “Amante Latino”.

Livreto Curta Circuito edição 04 · Maio/Junho 2014

As programações desta edição são exemplos de manifestações de grupos, organizações, trabalhadores onde o sentimento de reivindicação se materializa e vai às ruas. Críticas dos filmes: “Santo e Jesus, Metalúrgicos”; “Mariana, Paraná e Greve”; “A Vizinhança do Tigre”; “Os Queixadas”; “ABC Brasil”; “Que ninguém nunca mais ouse duvidar da capacidade de luta dos Trabalhadores”; “O Vigilante”, “Piove,il film di pio”; “Rap, o Canto da Ceilândia“ e “Fora de Campo”.

Livreto Curta Circuito edição 03 · Março/Abril 2014

Nesta edição, o espaço para a filmografia brasileira, a atemporalidade da produção dos filmes, o espaço para o curta, a relevância de nossa memória. Críticas dos filmes: “Periscópio”; “Exilados do Vulcão”, “O Sapatos de Aristeu”;” Transophia”; “Quem tem medo de Cris Negão”; “Paola” e “A Banana Mecânica”.

Livreto Curta Circuito edição 02 · Novembro/Dezembro 2013

Quatro décadas compõem a programação do Curta Circuito desta edição, transitando pelo universo dos sentimentos de angústia, amor, sonhos, política, esperança e alegria. Críticas dos filmes: “Bróder”; “Costinha e o King Mong”; “Estrada da Vida” e “As Amorosas”.

Livreto Curta Circuito edição 01 · Maio/Junho 2013

Destaque desta edição é o processo de restauração do filme “Tostão, a fera de Ouro”, primeiro longa restaurado pelo Curta Circuito através do Homenagem à Filmografia Mineira. Críticas dos filmes: “Sangue quente em tarde fria”; “Canção para minha irmã”; “O Duplo”; “Na Sua Companhia”; “Charizard”; “Doramundo” e “Tostão, a fera de Ouro”.

Homenagem à Filmografia

Em 2013 ousamos propor, dentre nossas políticas de atuação, expor o valor de tão importante aspecto que é justamente a memória de nossa cultura. Não só resgatá-la, mas pela própria natureza da mostra permitir que novamente esta pudesse ser compartilhada pelas gerações que estão presentes e não a conhecem, e principalmente para que haja a oportunidade do acesso à mesma. Assim criamos o “Prêmio” Homenagem BDMG de Filmografia Mineira.

Sabedor do quão fundamental é entender que ninguém faz (rá) nada sozinho, encontramos a sensibilidade e cooperação de agentes importantíssimos no processo: a empresa Labocine do Brasil, o laboratório que tem participado

ativamente na produção audiovisual nacional e em iniciativas como esta; e na parte pública o Instituto Cultural do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais – BDMG Cultural. O BDMG Cultural patrocina de forma direta o Prêmio Homenagem BDMG de Filmografia Mineira.

O primeiro filme que recuperamos foi: Tostão, a Fera de Ouro, de Ricardo Gomes Leite e Paulo Lander, de 1973. O processo de recuperação foi um sucesso, e o filme foi exibido no Brasil e no exterior. Recebemos os seguintes prêmios pela restauração: Gol de Placa, Cinefoot – Festival Internacional de Cinema de Futebol e Mention D’Hounner, durante o Ficts – Federation Internationale Cinema Television Sportifs, em Milão, Itália.


Cidades

do

Circuito

Araçuaí

Centro Cultural Luz da Lua
Rua Dom Serafim, n° 426, Centro
Capacidade: 200 lugares
Acesso e facilidades para pessoas com deficiência física.

Montes Claros

Cinema Comentado Centro Cultural
Praça Dr. Chaves, nº 32 - Centro
Capacidade: 100 lugares
Acesso e facilidades para pessoas com deficiência física.

Belo Horizonte

Cine Humberto Mauro
Palácio das Artes
Av. Afonso Pena, nº 1537, Centro
Capacidade: 129 lugares
Acesso e facilidades para pessoas com deficiência física e ar-condicionado.


Créditos e Parceiros

REALIZAÇÃO
Le Petit

DIREÇÃO
Daniela Fernandes

PRODUÇÃO EXECUTIVA
Cláudio Constantino

CURADORIA
Andrea Ormond

CONSULTORIA DA CURADORIA
Carlos Ormond

PRODUÇÃO
BH – Vinícius Correia
MOC- Vanessa Araújo
ARA – José Pereira

EDITOR
Alex Queiroz

PROJEÇÃO DIGITAL
FRAMES

LABORATÓRIO
Video Shack

DESIGNER
Paulo Marcelo OZ

ILUSTRAÇÃO
Paulo Marcelo OZ

WEBSITE
Luiz Marcatto/ Libretto

GRÁFICA
Rona

CENOGRAFIA
Luís Gustavo Vieira – Obj Design

VINHETA
OS TESTAS
Vinicius Testa e Vitor Testa
Mascote


COMUNICAÇÃO
Imprensa: Bárbara Prado
Redes Sociais: LE PETIT
Fotografia: VAL+WANDER Fotografias
Vídeos e Making Of

PODCASTS
Alunos do Programa de Extensão da Una

MIMOS LE PETIT
Concepção Daniela Fernandes
Ilustração Paulo Marcelo OZ
Execução: Saboaria Doce Banho/Janaína Ianomani

FOTOS
Direção de Arte: Daniela Fernandes e Janaína Ianomani
Make: Renata Vilela
Acessórios: Triana
Nail Art: Isla Esmalteria
Fotografia: VAL+WANDER Fotografias
Locações: Casa Ateliê e Hotel Intercity BH Expo
Apoio: Ana Paula Melo Couto e Vagner Amorim
Vídeos e Making Of para chamada: Rogerio de Castro

CADERNO DE CRÍTICA/PUBLICAÇÃO
Coordenação: Editorial Daniela Fernandes
Designer: Paulo Marcelo OZ
Ilustração: Paulo Marcelo OZ
Colaborador: Laly Cataguases
Braile: Gabriel Aquino

Artigos: Andrea Ormond, Fabio Leite, Felipe Guerra, Bianca Dias, Daniel Salomão Roque, Adilson Marcelino, Fernando Oriente e Gabriela Wondracek.


[email protected] | +55 31 3226-9625
Rua Goitacazes, n90/903, Centro. CEP 30190-050 Belo Horizonte – MG